Browsing Category

Decoração

Decoração

A cor escolhida pela Pantone para 2018 – Ultra Violet

Oi gente! Fim de mini férias por aqui, então voltamos com as postagens no blog! 😀 E o primeiro post é sobre a cor escolhida pela Pantone para 2018, a Ultra Violet.

Todos os anos a Pantone, uma das maiores autoridades mundiais no assunto cores , aponta a cor que será tendência naquele ano em vários seguimentos do mercado como na moda, no design e também na decoração. O Ultra Violet (18 3838 na escala de cores da marca) é um tom retirado do azul escuro do céu noturno, uma cor complexa, criativa e imaginativa.

“A profunda PANTONE 18-3838 Ultra Violet simboliza a experimentação e o não conformismo, levando os indivíduos a conhecer a sua marca única no mundo e expandir as fronteiras através de soluções criativas.”, explicou a Pantone ao divulgar a cor.

Já tem muita inspiração de decoração linda rolando por aí com as variações desse tom. Separei algumas de diferentes tipos de ambientes para compartilhar com vocês.

A Pantone também postou em seu site oito sugestões de paletas de cores usando o Ultra Violet, ótimo para nos ajudar nos nossos momentos criativos. Essas foram as duas que eu mais gostei:

Eu gosto de roxo, confesso que já fui mais apaixonada, mas achei a proposta e a explicação para a escolha da cor bem legais, realmente estamos em um momento de novas descobertas e autoconhecimento, e não tem como negar que essa cor é para quem tem muita personalidade, uma cor forte!

E aí, o que acharam da escolha? Usariam essa cor da decor da casa de vocês?

Bêjo!

Fotos via: 01, 02, 03, 04, 05, 06, 07 e 08.

Decoração

30 inspirações para mesa de Natal

Oi gente! Na semana antes do Natal, o tema do post não poderia ser outro, né?! Separei 30 inspirações para a mesa de Natal, e tem para todos os gostos, do mais simples ao mais enfeitado e até com cores que fogem do tradicional vermelho e verde.

Espia só:

Uma inspiração mais linda que a outra! Eu já separei algumas para me ajudar na hora de decorar a minha mesa de Natal e espero que tenha ajudado vocês também!

Que todos tenham um Feliz Natal, de muita paz e amor!

Bêjo!

Fotos via: 01, 02, 03, 04, 05, 06, 07, 08, 09, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20, 21, 22, 23, 24, 25, 26, 27, 28, 29 e 30

Decoração

Tipos de Cortina – Parte 2

E continuando o assunto sobre os tipos de cortina, hoje teremos os tipos de acabamentos para instalação da cortina como as pregas e as argolas, os tipos de suporte de fixação e também vou falar sobre cortineiro. No último post, eu dei algumas dicas do que devemos considerar antes da escolha do tecido e das cores das cortinas e dei exemplos de alguns tecidos leves e outros mais encorpados. Se perdeu, clica aqui para ler!

Os tipos de acabamento mais utilizados são:

1-  Prega Americana: É um modelo bem clássico, os detalhes são feitos com três pregas agrupadas e se utilizada com forro dá um efeito bem volumoso. Pode ser usada em varão e no trilho.

2- Prega Macho: Nesse tipo de prega o volume do tecido fica para frente, dando um visual reto e elegante. Pode ser colocada em varão e no trilho.

3: Prega Fêmea: Ao contrário da prega macho, nessa o volume do tecido fica para trás e também pode ser utilizada em trilho e varão.

4- Prega Deitada: Esse tipo de prega dá um efeito reto na cortina, mas usa bastante tecido e é uma opção boa para tecidos mais encorpados. Esse tipo deve ser instalado em trilho.

5- Prega Wave: As dobras ficam intercaladas para frente e para trás da cortina, dando um visual ondulado bem marcado. O volume da cortina fica na parte de cima e a parte debaixo fica mais lisa.

6- Passante de Tecido: São alças feitas com o mesmo tecido da cortina e costumam não deslizar bem no varão, onde devem ser instaladas.

7- Argola: São bastante utilizadas e dão um efeito ondulado no tecido. Existem argolas de diversos materiais, como metais cromados, de madeira e plástico.

8- Ilhoses: Outro acabamento muito utilizados e que deixa a cortina ondulada, porém deve ser usado mais em cortinas decorativas, pois os ilhoses agarram um pouco no varão. Deve-se ter cuidado com a lavagem para os ilhoses não soltarem do tecido.

9- Tecido Inteiriço: O visual fica simples e clean, mas tem como ponto negativo o deslizamento do tecido no varão, pois ele pode ficar agarrando.

Como vimos, para cada tipo de acabamento, temos um tipo de suporte de fixação e apenas em alguns casos as duas opções podem ser usadas e esses suportes são os varões e os trilhos suissos. Tanto nos varões, quanto nos trilhos podem ser usados mais de um tecido, pois existem de cada um deles, o tipo simples, o duplo ou o triplo.

E pra finalizar o post, vou falar sobre os cortineiros. São feitos em gesso e muito utilizados, pois dão um acabamento melhor para a cortina já que o trilho não fica visível. Além disso, com o cortineiro podemos colocar uma iluminação indireta usando fita de led, que valoriza mais a decoração do ambiente.

É isso gente, espero que tenham gostado dos dois posts sobre cortinas e já sabem, qualquer dúvida é só comentar aí embaixo!

Até semana que vem! Tô preparando um post que é pura fofura!

Bêjo!

Foto sala de estar: Sesso e Dalanezi Arquitetura + Design

Decoração

Tipos de cortina

Oi gente! Hoje vou falar um pouco sobre os tipos de cortina e o que se deve levar em conta para acertar na escolha, já que existem muitas opções de tecidos no mercado. O foco desse post serão as cortinas em tecido, mas em breve preparo um sobre persianas também.

As cortinas são elementos decorativos importantes e também servem para bloquear total ou parcialmente a luminosidade, dar privacidade e auxiliam no conforto térmico e acústico dos ambientes. Por isso as primeiras coisas que devemos levar em consideração são: qual é o objetivo da colocação da cortina, o ambiente que ela será instalada e o tipo de decoração desse ambiente.

Com a resposta dessas três questões podemos partir para a escolha do tecido. Os tecidos mais encorpados e pesados são utilizados mais em climas frios e ambientes com decoração mais clássica. Alguns exemplos:

  • Sarja: É um tecido bem encorpado e fica muito bem em ambientes informais e descontraídos.
  • Veludo: Tem um visual pesado e encorpado, mas com um toque macio. Deixa o ambiente sofisticado e aconchegante.
  • Shantung: Tem um visual pesado, caracteriza-se por ter um lado opaco e outro brilhante e costuma apresentar alguns fios irregulares. É também uma opção bem sofisticada.
  • Backout: É um tecido à base de poliéster, que bloqueia 100% a luminosidade.

Os mais leves são usados mais em climas frescos e podem ter ou não forro/segundo tecido. Transmitem leveza, possuem bom caimento e tem fácil manutenção. Alguns tipos:

  • Voil: É um tecido fino, transparente e muito utilizado. Tem um ótimo caimento e combina muito bem com outros tipos de tecidos quando se quer fazer um mix. Se possível opte pelo voil de poliéster, a manutenção é mais prática podendo ser lavado sem nenhuma restrição.
  • Linho: Apesar de ser um tecido mais estruturado, transmite bastante leveza, fluidez e possui certa transparência. Pode ser usado em diversos tipos de ambientes, também combina com outros tipos de tecido e deixa o ambiente sofisticado.
  • Organza: Também se caracteriza por ser leve e transparente, mas possui um brilho discreto.

Para escolha do tecido também fique atento ao tipo de manutenção, somente os tecidos leves e/ou sintéticos podem ser lavados em casa, os outros devem ser lavados à seco para que não encolham.

Com o tecido definido, devemos escolher a cor ou a estampa dele, mas lembre-se de levar em conta o ambiente que está sendo decorado e o restante da decoração desse espaço para que o todo fique harmônico, ok?!

Dependendo do ambiente e do objetivo do uso da cortina, poderá ser feito um mix de dois ou mais desses tipos de tecidos, para atender as diversas necessidades em diferentes momentos. Para o quarto e para salas de TV esse recurso é muito usado, pois tem momentos em que queremos tudo bem escuro e em outros um pouco de luminosidade, mas com privacidade.

Para um visual mais bonito, o ideal é que a cortina vá até o piso, a não ser que exista algum móvel integrado logo abaixo do peitoril. Também devemos ficar atentos aos diferentes tipos de barras, que valorizam ainda mais a decoração, podendo até ser de uma cor diferente, mas no mesmo tecido do restante da cortina.

Uma dica muito importante para quando se tem em um mesmo ambiente janelas com tamanhos e formatos diferentes é padronizar o tecido, o modelo e altura das cortinas, para conseguir dar aquela disfarçada básica!

Para o post não ficar muito longo, volto sexta que vem com uma continuação sobre esse tema de cortinas de tecido, vou falar sobre os tipos de pregas, os tipos de suporte de fixação e os cortineiros, tá?!

Qualquer dúvida, só comentar aí embaixo!

Bêjo!

Fotos via: 1- DB Arquitetos; 2- SP Estudio e 3- PKB Arquitetura

Cozinha

Prateleiras na cozinha

Colocar prateleiras na cozinha deixa o dia a dia mais prático, mas mesmo assim algumas questões devem ser consideradas para que a solução não traga mais dor de cabeça do que praticidade. Essa escolha depende do funcionamento de cada casa e das preferências de cada morador, mas independente se serão colocadas muitas ou somente algumas prateleiras, dá para todo mundo usar esse recurso a seu favor.

Se você ama cozinha, gosta de tudo à mão e gosta de expor todos os utensílios que usa, pode usar e abusar das prateleiras. Olha essas referências:

Já se você não está ali sempre inventando receitas e colocando a mão na massa, pode achar que o acúmulo de poeira é um ponto negativo, mas nem por isso precisa abandonar totalmente a ideia das prateleiras. Que tal colocar nelas apenas o que você mais usa (quando usa! rs!), ou seus livros de receitas ou ainda colocar prateleiras estreitas perto do fogão com seus temperos preferidos?

Um outro ponto positivo para as prateleiras, é que elas deixam a cozinha com um visual mais leve por não ter armário fechado para todos os lados. Acho que a mistura dos armários com as prateleiras funciona super bem, nos armários fechados ficam os itens que não precisam ficar a mão e o que não é interessante visualmente e nas prateleiras os utensílios e objetos que são usados com mais frequência.

Bêjo!

Fotos via: 01, 02, 03, 04, 05, 06, 07, 08, 09, 10, 11, 12, 13, 14, 15 e 16.

Salvar

Salvar

Salvar